sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Vale um conto?

Hoje escrevi um conto. Não mais um dos meus contos, mas um conto do qual gostei. É verdade que os meus "outros contos" são poucos, até porque, como deles não gostava muito, nunca dei seguimento. Esse que erscrevi hoje gostei. Uma idéia que há um tempo maturava. Conto curto, sem pretensões, mas com sua originalidade. Pretendo publicá-lo aqui, por partes. Primeiro, dependo da aprovação de algumas pessoas da minha mais alta estima. O filho se mostra primeiro à família... Farei os ajustes necessários e colocarei aqui.
Não sei de quem é a frase, me escapa agora, mas, pela primeira vez, compreendo o seu significado. Ela diz algo assim: Todo escritor só publica suas obras para se livrar delas. Não fosse assim, as revisaria e teria algo a melhorar sempre.
Ainda vou revisar e melhorar alguns pontos...

Um comentário:

Postador disse...

Como parte das "pessoas da sua alta estima" já lí o conto. E acho interessante a idéia de publicá-lo aos poucos.

Talvez eu saiba de quem é a frase, mas não vou arriscar temendo o erro.

Grande Abraço